Tel:253 278 281 Tlm:96 53 56 636 Fax:253 213 958 Email:info@jovemcoop.com

Publicações


Crónica A Voz à Juventude (21) Revisões

Jornal Correio do Minho



"Correio do Minho" 11/06/2013


Revisões

Caro leitor,
aproximamo-nos a largos passos das férias, altura do ano em que fazemos questão de ter tempo para descansar corpo e mente. A máxima romana já dizia “mens sana in corporesano”, aludindo à necessidade de termos sempre as ideias clarividentes, para que também o corpo dê a melhor resposta.

Ao longo deste ano, tivemos a oportunidade de abordar vários temas que marcaram a agenda da cidade de Braga. Fazendo, sumariante uma revisão pelas crónicas, lembramos a necessidade de afirmar a identidade de Braga, a partir de uma aposta concreta e fundamentada nos elementos que nos distinguem de outras cidade.

Aqui abordou-se o Programa “Regenerar Braga”, bem como a necessidade de se promover intervenções conservativas nos monumentos de Braga, potenciando, ainda, a sua divulgação como elemento de atração turística. O turismo e as apostas que merecem ser concretizadas foram uma constante neste espaço de partilha, pois entendemos que este setor, mais do que de mero entretenimento, é uma áreaeconómica, que não dá sinais de estagnação e que pode ser alavanca de desenvolvimento para Braga. Entendemos que as forças vivas da cidade podem dar o seu contributo para a promoção da marca Braga e dar a conhecer o que de melhor se faz por cá.

O aproveitamento das sinergias locais, em prol da cidade de Braga foram , também, focadas aquando do espetáculo “Vozes numa Linha de Tempo”, promovido pelo Grupo Coral de Guadalupe, em colaboração com aBragaCEJ2012, enfatizando que em Braga há meios, há recursos, há vontade, logo tem de haver um melhor aproveitamento daquilo que é aqui construído.

E porque falamos de parcerias, o início do ano 2013 iniciou-se com a firme convicção de associações que pugnam por um ideal comum, trabalhando em rede, alcançam resultados surpreendentes. A JovemCoop e a Braga+ firmaram um acordo de cooperação que visa a promoção de atividades ligadas à cidadania, à cultura e ao património.

Desde então, além de reforçarmos as nossas atividades, temos vindo a crescer em número de associados e de responsabilidade para com a nossa cidade. Prova disso mesmo é a forma como temos vindo a lançar a discussão sobre assuntos de extrema importância para a cidade de Braga. Em debates/tertúlias abordámos, juntamente com os oradores convidados, o processo da Casa das Convertidas, cujo desfecho está a ser, no mínimo, surpreendente. Falámos, ainda, da Fábrica Confiança, que deu origem a duas sessões de discussão, uma primeira centrada no processo do passado e a segunda vocacionada para falar do futuro.

Tivemos a feliz oportunidade de discutir as Sete Fontes, onde foram oralmente firmados compromissos para aquele local e para toda a cidade. Amanhã, dia 12, iremos reunir-nos, com especialistas, no Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, para abordar um outro tema que entrou bem na agenda política da cidade.

O Salvamento de Bracara Augusta e do património de Braga será discutido às 21h30 no maior museu da cidade. Em suma, quando se trabalha em rede, abraçando a cooperação e ouvindo os agentes da cidade, o resultado pode ser animador.

Quando os nossos textos vinham publicados na edição do Correio do Minho, várias pessoas faziam-nos chegar o seu feedback, a sua avaliação, ora concordando e incentivando, ora discordando e mostrando-nos outros pontos de vista.

Pensamos que é assim que se faz cidade, com abertura, com vontade para discutir, com a necessidade de saber ouvir. Findo o período de textos de autor, interrompidos para férias, deixo aqui o meu muito obrigado ao leitor por ter acompanhado estas crónicas nos últimos meses.

Em nome de toda a JovemCoope em meu nome pessoal, um agradecimento ao Sr. Diretor do Correio do Minho e a toda a sua equipa pela abertura aos textos da cidade e à partilha das ideias com a sociedade. Foi um enorme prazer fazer parte desta equipa.

Boas férias e até breve!




Crónica disponível em http://www.correiodominho.pt/cronicas.php?id=5125



voltar