Tel:253 278 281 Tlm:96 53 56 636 Fax:253 213 958 Email:info@jovemcoop.com

Publicações


Crónica A Voz à Juventude (17) Braga Mais Cooperante

Artigo publicado no Correio do Minho




"Correio do Minho" 19/02/2013

BRAGA MAIS COOPERANTE

No passado Sábado, dia 16, a JovemCoop e a associação Braga+, dando continuidade às atividades promovidas com a BragaCEJ2012, realizaram a primeira caminhada interpretada pelo património de Braga, intitulada “Percursos do Barroco – À descoberta de André Soares”. Aquando da organização desta atividade, pensámos que após três meses volvidos desde a última caminhada pelo património e história de Braga, teríamos uma participação mais modesta, pelo que abrimos seis dezenas de inscrições.

A nossa surpresa foi chegar à Praça do Município, local escolhido como ponto de encontro, e verificar que, além dos inscritos, tínhamos mais do dobro dos participantes inicialmente previstos. A todos quisemos acolher e dizer o nosso MUITO OBRIGADO por partilharem connosco a sua manhã de Sábado, na descoberta do património, desta feita pensado, desenhado e concebido por André Soares, génio do barroco, autodidata na área da arquitetura, que tanto marcou a nossa cidade.

O facto de termos tido uma participação extraordinária, envolvendo mais de cento e quarenta participantes, dá-nos ânimo para continuar a apostar no património de Braga, área tão desprezada por uns e, ao contrário do que muitos pensam, acarinhada por tantos.

E esse gosto e carinho pelo património de Braga é algo que deveria ser semeado desde as gerações mais novas, para que crescessem com o sentimento de amar Braga, defender o que é nosso e querer divulgar a nossa marca identitária, aquilo que, de facto, nos distingue de outras cidades do resto do mundo. Passar na Praça do Município e olhar com atenção para a fachada do Antigo Paço Arquiepiscopal ou para a Casa da Câmara, conhecendo os pormenores arquitetónicos com o cunho de André Soares, torna-se uma experiência fantástica. O mesmo se sente no Oratório da N.ª Sr.ª da Torre ou na Casa Rolão (hoje Livraria Centésima Página).

, se não ficamos indiferentes ao génio de André Soares, vislumbrando a sua obra do exterior, é certo que ficamos ainda mais impregnados com a sua arte ao entrar no Palácio do Raio e na “mágica” Capela de N.ª Sr.ª da Aparecida, também conhecida como a Capela do Monge, dentro do edifício da Igreja dos Congregados.

No fim de passarmos nestes locais, muitas pessoas, que participaram neste primeiro Percurso do Barroco, partilhavam em voz alta, ou em registo individual, a sensação de entrar em alguns daqueles locais pela primeira vez e como se sentiam mais parte de Braga por agora conhecerem mais um pouco da sua História e terem contacto, em discurso direto, com os monumentos.

Não consigo exprimir em palavras o quão feliz me sinto por saber que a JovemCoop e a Braga+ têm conseguido cumprir a missão de dar a conhecer a história, de divulgar o nosso património, de criar sentimento de orgulho e pertença pelo que é de Braga, incentivando à defesa dos nossos legados monumentais, incrementando a participação cívica e, sobretudo, investir na Marca Braga. O nosso património pode, e deve, estar a usufruto da população, sendo rentabilizado a partir de uma estratégia de valor acrescentado, que se transforme num produto apetecível e procurado, não só por bracarenses, como por quem visita Braga. A nossa cidade tem capacidade para criar um produto distinto e atrativo, capaz de entrar bem nos mercados turísticos. Há que valorizar o Bom Jesus, o Sameiro e a Sé de Braga, mas incrementar o produto turístico com outros locais de superior interesse para a cultura de Braga e prestando a homenagem devida a Homens que se destacaram na conceção da cidade.

O protocolo firmado entre a JovemCoop e a Braga+ tem o intuito de reforçar a divulgação do Património de Braga e, ao contrário de que alguém disse em surdina, a Braga+ não nasceu para silenciar a JovemCoop, mas sim para reforçar a sua atuação. Afinal, juntos somos Mais Cultura, Mais Património e Mais Cidadania!



voltar